Tratados

A Europa em pano de fundo

europe

A AFP noticiou ontem que, três meses volvidos após os atentados no Cairo que vitimaram uma turista adolescente francesa, foram feitas sete detenções, na sequência de um alegado desmantelamento de uma célula da al-Qaeda. O mais interessante é notar que, entre estes sete suspeitos, estão uma mulher francesa de origem albanesa, um cidadão britânico descendente de egípcios e um belga de ascendência tunisina. Saber se esta célula pertence ao não à al-Qaeda não é muito relevante; do ponto de vista de um europeu, notícias como esta demonstram que, na nova geografia do terrorismo, a Europa é muito mais do que uma plataforma de passagem; é um viveiro e local de recrutamento onde decorrem algumas das etapas que preparam os piores atentados. 

Ao mesmo tempo, as detenções ocorridas na semana passada em Nova Iorque, desmantelando planos de ataque a várias sinagogas, concorrem para comprovar a ideia de que os terroristas estão em campo, sempre alerta, sempre activos.  E convém ter esta sempre presente, não apenas quando há detenções espectaculares ou atentados.

Maio 25, 2009 - Posted by | Sem categorias | ,

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: