Tratados

“We want more for Europe’s foreign minister than you yourself want”

Os relatos acerca da prestação de Cathy Ashton nas audições perante o Parlamento foram assustadores. Não falta quem diga que os piores receios se confirmaram. Já sabe também, no entanto, que em todo o lado há especialistas entrevistadores que julgam saber mais do que o entrevistado. Se a este facto se juntar familias políticas e diferentes nacionalidades, a animosidade pode aumentar e o juízo fica definitivamente enquinado. Não quero defender Cathy Ashton – algo que actualmente parece difícil. Mas não me vou precipitar no julgamento da sua competência. 

Uma prova de fogo será dada até ao fim do mês de Março, prazo findo o qual deverá apresentar o organigrama e as regras de funcionamento do serviço de acção externa da UE. Outro marco importante prende-se com o mês de Junho, período até ao qual foram alargadas quase todas as missões da PESD, aguardando decisões de Cathy Ashton. Até aí, teremos de dar o benefício da dúvida. Depois, veremos se a afirmação de uma euro-deputada alemã reproduzida neste título se confirma ou não.

Nota: Ler aqui o relato de Honor Mahony, editora do EUObserver em Bruxelas, acerca das audições de Cathy Ashton.

Janeiro 18, 2010 - Posted by | 1 | ,

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: