Tratados

Vistos de Portugal e da Europa, os reactores nucleares do Irão ficam lá longe

Lisboa, 13 jul (Lusa) — O embaixador de Israel em Lisboa criticou hoje a decisão de Portugal de receber o ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão, considerando-a “surpreendente e dececionante” e contrária à posição europeia de condenação do regime de Teerão.

Numa nota enviada à Agência Lusa a propósito da visita a Lisboa, hoje e quarta-feira, de Manuchehr Mottaki, o embaixador israelita, Ehud Gol, evoca a declaração aprovada em junho pelos líderes da União Europeia condenando a falta de cooperação de Teerão em relação ao seu programa nuclear e a decisão europeia de aplicar novas sanções.

“É por esta razão que se torna extraordinariamente surpreendente e dececionante que alguns países europeus ajam de uma forma que contraria as próprias decisões da instituição europeia de que fazem parte, abrindo as suas portas aos altos representantes daquele regime pária e transmitindo, consequentemente, uma mensagem dúbia a Teerão”, afirma o embaixador na nota.

Julho 13, 2010 - Posted by | Sem categorias

1 Comentário »

  1. E tem toda a razão!

    Comentar por Paulo | Julho 13, 2010 | Responder


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: