Tratados

O deslumbre e a bomba

“No início de 1994, um grupo fundamentalista islâmico da Jordânia lançou uma campanha terrorista que incluía ataques a sítios seculares, tais como livrarias, videoclubes ou supermercados que vendessem álcool. No final de uma manhã de 1 de Fevereiro, Eid Saleh al Jahaleen, um canalizador de 31 anos, entrou no cinema Salwa na cidade de Zarga. O cinema era famoso por exibir filmes pornográficos oriundos da Turquia. Jahaleen, que alegadamente recebera 50 dólares para colocar uma bomba, nunca tinha visto pornografia e ficou completamente paralisado, embasbacado, perante as imagens que via projectadas na tela. Quando a bomba explodiu, Jahaleen ainda se encontrava sentado numa das cadeiras da sala. Perdeu apenas as pernas.”

Publicado pelo blog da livraria “Pó dos Livros

 

Agosto 10, 2010 - Posted by | Sem categorias

4 comentários »

  1. Bruno,
    Qual o moral da história?
    Só consigo pensar em: Ver pornografia pode-nos deixar sem pernas!

    Abr

    Comentar por Nuno Paiva | Agosto 11, 2010 | Responder

    • Não tem de haver moral da história. Se quisesse dar a minha interpretação, tinha-o escrito. Mas para mim o que salta à vista é a surpresa do terrorista, descobrindo um mundo novo na estrita altura em que tinha decidido matar-se. Em alguns casos (ao contrário do que sucede em muitos outros) um contacto com outras realidades “ocidentais” (não necessariamente a pornografia, obviamente) poderia contribuir para afastar os preconceitos que impregnam a retórica do terrorismo islâmico. Mas, paradoxalmente, também convém lembrar que muitos dos fundamentos do primeiro ideólogo deste terrorismo da segunda metade do século XX e que ainda fornece a base doutrinal do de hoje, Sayyd Qutb, foram agudizados e cozinhados quando este tomou contacto com a cultura americana, numa estadia longa nos Estados Unidos. Para uns, conhecer mundo liberta; para outros, sufoca. Não há grande moral da história.

      Comentar por Bruno Oliveira Martins | Agosto 12, 2010 | Responder

  2. Sem dúvida que aconteceu com muitos, esse sufoco, essa falha na capacidade em assimilarem o que o mundo ocidental tinha e tem para oferecer.

    A moral foi mais para me meter contigo. E mandar um bitaite! :))

    Comentar por Nuno Paiva | Agosto 12, 2010 | Responder

    • Um bitaite do Lagas…

      Comentar por Bruno Oliveira Martins | Agosto 12, 2010 | Responder


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: