Tratados

A correnteza levou

Na política tende a valorizar-se quem consegue antecipar problemas, evitar crises. Valoriza-se quem consegue ver mais além, estar à frente no seu tempo. No país do futuro, aquele cujo futuro parece nunca mais chegar, a ecologia é hoje um valor importante, e tem crescido como uma mantra. No Brasil, António Carlos Brasileiro de Almeida Jobim, 84 anos neste dia, foi ecologista antes de a ecologia ser moda e ter nome. Muitas das suas canções estão cheias de referências a plantas, animais, pássaros, proto-mitologia pagã do país da natureza. Numa destas, Correnteza, Tom fala das margens castanhas e barrentas criadas pelas correntes decorrentes de uma semana de chuvas. “A correnteza levou”. Como muito do que Tom fez e pensou, a música chegou antes da realidade, e a casa em que compôs Correnteza, em Poço Fundo, foi levada pela enxurrada deste Janeiro. 700 pessoas e o sítio de Tom Jobim. “A fruta que era madura a correnteza levou”.

Janeiro 25, 2011 - Posted by | Sem categorias

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: