Tratados

A seguir adicionam-na no facebook. LOL.

Foreign ministers lobby Ashton by SMS on top jobs

EUOBSERVER / BRUSSELS – Foreign ministers lobbied EU top diplomat Catherine Ashton by every means possible including “by SMS” to get their candidates appointed to the new European External Action Service (EEAS), Finnish FM Alexander Stubb said during a meeting in Brussels on Friday (10 September).

Ler o resto aqui, no EUObserver

Anúncios

Setembro 10, 2010 Posted by | Sem categoria | , | Deixe um comentário

A UE e a manta de retalhos da política externa

Cathy Ashton apresentou ontem a sua proposta de organização do futuro Serviço de Acção Externa da UE, introduzido pelo Tratado de Lisboa e que servirá, latu sensu, de corpo diplomático da União. As principais características do documento conhecido ontem estão relacionadas com a – já esperada – dificuldade em coordenar as pretensões da Comissão (responsável por algumas áreas da política externa, tais como Política de Vizinhança e a ajuda ao desenvolvimento) e o braço de ferro entre os Estados membros, que lutam para conseguir posições que cumpram os desígnios das suas próprias políticas externas. Quem também entra no jogo da reivindicação e da batalha política é o Parlamento, que tem em alguns dos seus deputados alguns dos maiores críticos do “perfil” de Ashton, e que ontem consideraram a proposta inaceitável. O documento estabelece ainda a cadeia de comando e as relações entre as futuras Delegações da UE no estrangeiro (serão, para já, 136), cujos chefes ficarão na dependência directa de Cathy Ashton. Com mais ou menos subtileza, cada um puxa a manta para o seu lado, mas algum acaba sempre por se descobrir – e assim se “descobre a careca” das propaladas eficiência e coerência na acção externa da UE.

Foto: Reuters

Março 26, 2010 Posted by | 1 | , , , | Deixe um comentário

   

%d bloggers like this: